PSICÓLOGO RENOMADO.

Mais de 20 anos de experiência. Profissional com formação internacional. A primeira consulta sem custo. Você merece a melhor ajuda. Comece a resolver agora!

 

Não ser saudável é que é loucura

Reportagens na imprensa falam de Orotexia. Explicando  isto como a mania de ser saudável.
Erro de repórteres mal preparados e reportagens mal escritos.
Neste artigo ainda vou mostrar  mais dois casos absurdos que justificam a desinformação que se alastra pelos veículos de informação.

Ortorexia foi o termo criado em 1997 pelo médico amaricano StevenBratman, quando o exagero de restrições na busca de alimentos saudáveis, leva à desnutrição. Grifo as palavras exagero e desnutrição.

Se quiser mais sobre o criador do termo e a doença, este link da BBC tem boa reportagem http://www.bbc.com/portuguese/geral-36657679

Várias reportagens de TV e jornais apresentaram esta doença como a mania de ser saudável. Grande engano, prejudicando a várias pessoas que trabalham com alimentação saudável, ou que tentam desenvolver hábitos mais saudáveis que a média medíocre da normalidade.

As reportagem não esclarecem que ser vegano é sim mais saudável, que o consumo de proteína animal está ligado ao desenvolvimento de doenças cardíacas e câncer, comprovados em relatórios da OMS (Pesquise The China Study, ou Livestock´s Long Shadow). Leite está comprovadamente relacionado a osteoporose, e o consumo de ovos é comparado ao hábito do fumo.
O açúcar é imunodepressor, e também tem características de adicção e influência maléfica sobre o humor (Pesquise Sugar Blues ou Sem Açúcar com Afeto)
A cafeína é um estimulante do sistema nervoso ligado à perturbações gástricas, insônia e dependência, além de artrite e artrose (Pesquise Caffeine Blues)

Billy Simond atleta vegano
Billy Simond atleta vegano

Buscar uma alimentação saudável não é doença. Evitar estes males, com viáveis e alternativas escolhas naturais é possível. É apenas uma questão de inteligência.
Faço bolos de aniversário, cachorro quente, hamburger, mousses e cupcakes de forma saudável, sem a maioria dos elementos tóxicos que normalmente são usados.

Fique atento, estou à disposição para atender, ou esclarecer dúvidas sobre a desinformação que impera neste assunto.

A mídia não colabora, usando uma abordagem superficial, chega até dizer o absurdo que o vinho faz bem. Desconsiderando completamente as reais, comprovadas, e inúmeras pesquisas sobre os malefícios do álcool, entre elas úlcera, câncer de estômago e os danos sociais como violência familiar e acidentes de automóvel.

Intensificando a prática e o desenvolvimento físico e pessoal, reforçado por uma dieta vegana, sem açúcar e vícios
Intensificando a prática e o desenvolvimento físico e pessoal, reforçado por uma dieta vegana, sem açúcar e vícios

O exemplo do casal que matou seu filho por inanição, foi retratado por jornais como culpa de um casal vegano, mas não há veganismos que prega aquele tipo de dieta absurda que o casal fazia com o filho. (Reportagem confusa sobre morte por inanição http://cgn.uol.com.br/noticia/184707/pais-veganos-sao-condenados-por-morte-de-bebe-apos-alimentacao-alternativa)

Outro exemplo é o sul coreano que mordeu comissários de bordo, bateu na esposa dentro do avião, e a reportagem retrata que ele era um praticante de yoga que brigou pois queria fazer yoga no avião. Ai meu Deus! (http://viagem.uol.com.br/noticias/2016/08/02/homem-que-tentou-fazer-ioga-em-aviao-e-condenado-a-multa-de-r-140-mil.htm)

Qualquer pessoa que morder os outros, e criar confusão no avião, irá ser detido. Mesmo que ele queira fazer yoga, ou tomar um suco. Você acha que se ele brigasse tentando tomar um suco, a reportagem colocaria o título Tomador de Suco briga no avião?

Neste mundo de tantas informações, temos que estar atentos quando as mesmas são usadas para nos desinformar. Já temos informações suficientes para que não tenhamos mais uma alimentação geradora de problemas cardíacos e câncer, não assumir uma ação em relação a isto pode ser o maior gesto de egoísmo que vai comprometer a sua vida, e a vida dos outros à sua volta. É claro que certas indústrias não se interessam pela sua saúde, mas sim, pelos produtos que elas vendem, e sua vida mais saudável, pode prejudicar alguns negócios. Assim, além de ser levado pelo egoísmo, a pessoa pode ser conduzida por interesse de outros.

Por Vitor Caruso Jr. em Agosto de 2016

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.