PhotoGrid_1470329217492

Esta é uma verdadeira história de superação pelo amor.
O câncer havia retornado, e ela não podia acreditar nisto.
Sentia que já havia aprendido a lição, mas por que estava acontecendo de novo?
Será que suas mudanças não foram suficientes? Estava sendo castigada por qual razão?
Furiosa, veio me procurar, com um de meus livros na bolsa. O livro que conto minha surpreendente superação do câncer, e falo da importância de nos transformarmos para a cura.

cancer-de-mama2
Vomitou todas as suas perguntas em nosso primeiro encontro.
Disse que estava disposta a mudar, fazer o que for necessário, para que entrasse na dimensão e vibração de cura e saúde.
Em meus trabalhos de terapia de Saúde Integral, preciso auxiliar nesta transformação, e este momento inicial é especial, o comprometimento com a realização de uma nova vida deve ser buscado com muita vontade.
Começamos o trabalho, ensinei passo a passo, as mudanças na relação com o corpo, e o yoga entre as ferramentas para isto, os aspectos fundamentais de uma alimentação saudável, uma nova perspectiva emocional, um novo modelo mental, o uso da meditação e uma maior vivência espiritual.
Começou a transformação com garra, se tornou uma aluna dedicada, usava nossos encontros como momentos de revitalização entre os inúmeros exames e consultas médicas para o re-início da quimioterapia e radioterapia, indicados após a cirurgia feita.
Mas a mágica começou a acontecer.
Estava alegre, bonita, cheia de vida, espalhando luz por onde passava.
O primeiro a perceber, e colher estas vantagens foi seu marido.
O casal vivia em felicidade, apesar da perspectiva do tratamento para o câncer.
Colhemos então alto preço pelo sucesso de nosso trabalho, uma notícia surpreendente.
Ela estava grávida. Os médicos falaram de tudo para ela: irresponsável, que hora inadequada, poxa vida, que pena. Mas o pior foi a orientação, recebida por mais de um dos médicos que visitou: Vamos ter que tirar, pois a quimioterapia e a radioterapia é mais importante.

O que? Aborto? Meu filho que tanto desejava, e vocês me orientam a abortar?
Sim, pois o protocolo era de aplicação imediata da quimioterapia e radioterapia.

Ela chegou em meu consultório completamente destruída. Olhos inchados de tanto chorar. Desespero de não saber o que fazer.
Pediu-me socorro.
Afinamos ainda mais a nossa parceria. Você acredita em mim? Sim, acredito. Então vamos em frente, juntos.
Resultado: ela enrolou muito para fazer os exames, adiou consultas, atrasava seus atendimentos, e curtia mais as aulas de yoga, e momentos de contemplação e leitura regados a deliciosos sucos naturais. 4 meses se passaram de sublime enrolação, os médicos não podiam mais falar em aborto. Vamos ver o que fazemos no final da gestação… Agora, traga esta criança ao mundo.

canto
E ela o fez, nasceu o lindo bebê, saudável, nome de santo, homenagem ao milagre que é a vida.
E ela então retornou ao médico, sem tumores, sem doença, feliz, saudável, mudada, mãe, cheia de vida, curada e recebeu a seguinte resposta: como você está saudável, não vemos razão para insistir no tratamento do protocolo, com quimioterapias e radioterapias.
Hoje, mãe e filho, resplandecem a todos a força da vida, que é maior do que nossa mente pode imaginar.

child1

Esta é a história de um dos processos terapêuticos mais lindos que vivi, e das diversas pessoas que pude ajudar, mas quando a parceria é estabelecida como foi este caso, verdadeiros milagres são realizados.

Por Vitor Caruso Jr. em Agosto de 2016

 

 

 

Uma resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *