A ansiedade é uma epidemia de tal dimensão, que não manifestar comportamento ansioso muitas vezes pode parecer estranho. Já no livro “Yoga para Nervosos” o Professor Hermógenes caracteriza como nervoso as pessoas que vivem deprimidas pelos pensamentos no passado, ou ansiosas com as possibilidades do futuro. Em plena concordância com os ensinamentos clássicos do Yoga, e apresentando todo o poder de cura da Psicologia do Yoga.

Vitor Caruso Jr.

Em artigo para a Revista Psychology Today, o Phd Douglas LaBier apresenta pesquisas que reforçam hoje o que a tradição tem apresentado a muitos anos.

Ele diz o seguinte “recentemente me deparei com um novo estudo; um pequeno, mas aumenta a evidência acumulada do valor dessas práticas. Pode ser especialmente útil para alguns, porque descobre que o yoga pode ajudar a reduzir e diminuir os sintomas de ansiedade; especificamente, o conjunto de sintomas que descrevemos – na terminologia das categorias diagnósticas – como “ transtorno de ansiedade generalizada ”.”

Soa familiar? A ansiedade, juntamente com a depressão , são os dois sintomas e condições mais prevalentes que os praticantes veem. Eles são os mais frequentemente tratados com psicoterapia – sem mencionar os muitos medicamentos que as empresas farmacêuticas criaram e promovem ao público, dado o enorme mercado.

E o pesquisador afirma que uma “nova pesquisa da Georgia State University  publicada no International Journal of Yoga Therapy. Analisou os efeitos do yoga em três pessoas diagnosticadas com transtorno de ansiedade e avaliou se o Yoga poderia ou não ser útil. Isto é, examinou se o Yoga poderia servir como uma alternativa ou opção de tratamento adicional para pessoas que sofrem de ansiedade diagnosticada.”

Em suma, os pesquisadores descobriram que o Yoga tendia a reduzir a preocupação, que é um sintoma primário de ansiedade.

Como a principal autora Jessica Morgan Goodnight explicou : “Quando as pessoas têm esse diagnóstico, elas se preocupam muito – incontrolavelmente – com o futuro, o que causa sintomas físicos como tensão muscular e problemas para dormir , e suas vidas e relacionamentos são prejudicados por causa disso. “

Ela relatou que, neste estudo, “Dois participantes mostraram diminuições nas classificações diárias de preocupação depois que começaram a praticar ioga e relataram menos preocupações diariamente. O terceiro participante estava constantemente aumentando a preocupação antes de começar a ioga, mas a tendência crescente terminou e começou a nivelar depois que ela começou a praticar yoga. ”

“É bom fornecer opções para pessoas com problemas de saúde mental para tentar reduzir seus sintomas e aumentar a qualidade de suas vidas”, ela acrescentou , e que o estudo mostra que “a ioga pode ser uma opção para as pessoas”.

Este é um pequeno estudo, é claro. E os pesquisadores dizem que estudos pilotos como este abrem caminho para pesquisas mais conclusivas a serem conduzidas no futuro. Isso é importante e necessário. Mas eu acho que é uma informação útil para pessoas que sofrem de transtorno de ansiedade: saber que a ioga pode ajudá-las a reduzir seus sintomas. Mais amplamente, e também importante para as pessoas aprenderem, é que outras pesquisas mostraram efeitos semelhantes do tai chi, Qigong e meditação. Que mesmo a meditação de curto prazo tem impacto sobre as regiões do cérebro relacionadas à expressão ou ao gerenciamento de estados emocionais ansiosos e deprimidos.

Agora imagine estas melhoras apresentadas uma uma rotina básica de yoga, somadas ao aconselhamento e análise terapêutica que a filosofia do Yoga propicia, seria incrementar de forma definitiva uma alternativa para a ansiedade e seus sintomas.

Alguns outros estudos comprobatórios em outras universidades seguem esta mesma direção, escrevi um trabalho sobre as pesquisas da Universidade de Harvard sobre este assunto, você pode baixar gratuitamente o ebook com este trabalho, aqui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *