PSICÓLOGO RENOMADO.

Mais de 20 anos de experiência. Profissional com formação internacional. A primeira consulta sem custo. Você merece a melhor ajuda. Comece a resolver agora!

 

Como atualizar sua ultrapassada visão de mundo

Quando soube que o arquiteto Hajime Narukawa havia sido premiado por atualizar a representação do mapa do mundo, fiquei curioso para saber sobre esta atualização.

Fiquei chocado ao saber que o mapa mundial que utilizamos é de 1569. Por diversos motivos, a informação popular não foi atualizada, entre eles, alguns detalhes técnicos ligados a forma de navegação da época.

Comparação entre os mapas do mundo atual e de mais de 300 anos
Comparação entre os mapas do mundo atual e de mais de 300 anos

Este fato nos traz a reflexão de como a visão popular e comum de nossos assuntos cotidianos não podem estar desatualizadas tais como a nossa visão do próprio planeta. E curiosamente, a visão antiga favorecendo grupos de poder e importância.

Podemos estender esta reflexão para outras áreas, como por exemplo o consumo de produtos derivado de animais, também baseado em uma perspectiva desinformada e desatualizada, que não considera impactos negativos óbvios ao meio ambiente, à saúde, à economia, e também à cultura de não-violência.

Será que a mesma visão antiquada não nos empurra para visões dualistas, e discussões paralisantes, como direita e esquerda, machismo e feminismo, antiquado e modernou, ou até, verdadeiro e pós-verdadeiro.

Encarara as afirmações como visões parciais, não definitivas, pedaços da verdade ou da história. Afirmação possivelmente válida para o momento, ou verdade parcial que pode se adequar a este instante, são padrões que não invalidam a ação, mas respeitam a verdade da transformação que é inerente a diversos processos, entre eles o da própria ciência.

Manter-se estudando, a mente aberta, a possibilidade de considerar que o outro tenha algo de verdade em suas conjecturas, pode ser esclarecedor para não nos prendermos a versões desatualizadas.

Do ponto de vista pessoal, muitas vezes podemos estar presos a visões infantis de nós mesmos, com gostos, manias e hábitos antiquados, inadequados. Práticas de auto-conhecimento, meditação, yoga, são de especial ajuda para a modernização destas auto-percepções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.