PSICÓLOGO RENOMADO.

Mais de 20 anos de experiência. Profissional com formação internacional. A primeira consulta sem custo. Você merece a melhor ajuda. Comece a resolver agora!

 

Autoamor é essencial para a cura

A autoamor é alimento essencial para a cura.
Isto não é egoísmo, mas muitas pessoas confundem a falta de autoamor com altruísmo.
Seu brilho, sua felicidade, sua alegria, podem existir descolorido de egoísmo.

Um texto especial escolhido por Nelson Mandela

Nelson Mandela em seu discurso de posse, quis que lembrássemos disto, e usou um texto de Marianne Williamson, para nos acordar sobre este fato:

“Nosso grande medo não é o de que sejamos incapazes.
Nosso maior medo é que sejamos poderosos além da medida. É nossa luz, não nossa escuridão, que mais nos amedronta.
Nos perguntamos: “Quem sou eu para ser brilhante, atraente, talentoso e incrível?” Na verdade, quem é você para não ser tudo isso?…Bancar o pequeno não ajuda o mundo. Não há nada de brilhante em encolher-se para que as outras pessoas não se sintam inseguras em torno de você.
E à medida que deixamos nossa própria luz brilhar, inconscientemente damos às outras pessoas permissão para fazer o mesmo.”

Mandela

Poucos sabem que este texto, tirado do livro “Um Retorno ao Amor” de Marianne Williamson ressalta a crença em um Criador como sendo fonte de puro Amor.

Confiança Pessoal

Wayne Dyer

Wayne Dyer, psicólogo norte-americano, realça a importância da confiança pessoal nas pessoas que são plena e espiritualmente realizadas, e neste aspecto, o autoamor é uma congruência, uma relação de honestidade, e gratidão para com o Criador.
Segundo Dyer, a doença, as perturbações e os problemas, não podem ser relacionados com a bondade de Deus. O que o Criador, Deus, faz, é o bem, e é bom. Não devemos creditar a ele nossos sofrimentos, mas sim, ao nos afastarmos de Deus, recebemos a mensagem de que estamos trilhando um caminho prejudicial.

Muitas vezes pode acontecer que você não consiga se perceber que está trilhando um caminho de afastamento.
Pessoalmente, doença, profunda traição e mesmo a sarjeta, já se apresentaram plenas de sofrimento. Demorou razoável período para perceber que o afastamento era meu, eram meus gestos, meus pensamentos que me direcionavam de maneira equivocada.

Em todas estas situações, o autoamor foi ferramenta chave, não única, mas essencial, para que passos mais prósperos e sadios pudessem ser dados. Meditação, e conselhos de alguém com sabedoria, também são ingredientes essenciais, nesta fórmula certeira de crescimento pessoal e evolução espiritual.

Grátis o ebook “Poder de Cura do Yoga por Harvard” de Vitor Caruso Jr. Aqui!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.