Depressão Sintomas e Soluções é o foco principal deste texto.
O Yoga e a Meditação tem muito a contribuir, mas vamos buscar outras soluções também
Inicialmente precisamos entender que nem toda tristeza, desmotivação, ou variação de humor é depressão.
Depressão é uma doença, e segundo a atendimento oficial do SUS é denominado de Transtornos Depressivos.

Classificação de Depressão e Sintomas

Segundo a orientação oficial as reações depressivas neuróticas, episódios monopolares isolados ou
recorrentes, e depressões em transtornos de humor persistentes devem ser observados.
Existem muitas possibilidades nesta categoria tais como: Transtorno misto de ansiedade e depressão, Reação depressiva breve, Reação depressiva prolongada, Reação mista de ansiedade e depressão, Reação mista de ansiedade e depressão, Episódios depressivos, Episódio depressivo leve, Episódio depressivo moderado, Episódio depressivo grave sem sintomas psicóticos, Episódio depressivo grave com sintomas psicóticos e ainda outros.
Se quiser aprofundar nestas descrições e seu detalhamento, o site da Secretaria da Saúde do governo de Santa Catarina deixa este material disponível.

Nem tudo é sintoma de depressão

Aqui abaixo temos 29 características, que deverão ser percebidas, mas são a soma de várias delas que caracterizam o quadro.

Uma transformação necessária, o Kaizen da Vida

Muitas vezes as condições de vida, os hábitos, e padrões mentais reforçam o processo negativo, impedindo que a pessoa transforme seu estado.
A construção de novos hábitos é fundamental para que isto possa ocorrer, pois uma vez instalado hábitos positivos, eles perpetuam resultados melhores.
É preciso entender o processo de instalação de hábitos, e aqui, a metodologia do Kaizen da Vida tem muito a ajudar.
As estáticas e mensurações que o método traz, reforça e melhora os passos de sucesso para se livrar do transtorno depressivo.
Os passos certeiros são reforçados, repetidos e então sua sustentação como hábitos faz com que a pessoa se afaste de forma definitiva do quadro negativo.

Yoga e Meditação

Tanto a Yoga, quanto a meditação tem contribuição significativa no desenho de um quadro mais saudável e melhor. Porém, não são as únicas ferramentas para que isto ocorra.
A prática de Yoga, como vou explicar abaixo, tem que possuir uma certa intensidade para dar resultados. A necessidade de movimento e trabalho, não permite que a pessoa atinja resultados apenas com relaxamentos e tranquilização.
A meditação nos quadros mais graves é auxiliar, e tem participação apenas de apoio. Nos quadros não tão graves, ela pode ter contribuição muito maior. Sua forte contribuição na sustentação de maior equilíbrio emocional e cenários mentais mais positivos, ajuda a ser uma ferramenta fundamental na sustentação de um novo cenário, livre da doença.

Atividade intensa para livrar-se da Depressão e seus Sintomas

Segundo o médico de Harvard, John Ratey, em seu prestigiado trabalho Spark, prova que a intensidade de uma atividade física é o remédio de efeito mais forte, e definitivo no enfrentamento da depressão. Seu trabalho comprova que os resultados alcançados com a atividade são muito superiores aos remédios vendidos em farmácia.
Por isto, a minha indicação da prática do Ashtanga Yoga, como atividade de caráter intenso, e, ao mesmo tempo meditativo, preenche os requisitos científicos comprovados para um bom resultado.

Escolhas pessoais

Aqui no artigo sugerimos alguns métodos de significativa efetividade e resultado, mas minha experiência comprova que a atividade de maior conexão pessoal é que faz toda a diferença. Já trabalhai com vários alunos que se curaram completamente, com diferentes escolhas das apresentadas acima. Se quiser saber mais, é só entrar em contato.

Uma conversa sobre este artigo, e mais alguns detalhes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *