Em minha cura de câncer, tive na alimentação um verdadeiro despertar.
Como economista, aprendi a reconhecer o funcionamento do mundo através da relação da oferta e demanda de produtos e serviços. Só durante as pesquisas que fiz para minha cura, reconheci como a oferta da indústria alimentícia nos é colocada.
Os alimentos mais consumidos e mais ofertados, ironicamente, estão longe de ser os que geram mais saúde, mas sim, alta lucratividade.
Estas primeiras descobertas me prepararam para o choque de perceber o quão distante é a alimentação diária, de uma alimentação de cura.

Minha cura do câncer aconteceu de forma extraordinária, justamente por me distanciar dos padrões comuns de consumo alimentar. Como diria o Professor Hermógenes, distanciar-se do comportamento normótico. Mas isto parece desafiante para muitos.

healty food
Um exemplo, outro dia, uma mãe, tomada por sua impaciência e irritação, me disse que dá doces com açúcar para sua filha, porque é mais barato. Ignorando as afetações de paladar que faz com sua herdeira, as alterações de humor que cria (e ela mesma possui) e também negando-se a aprender formas mais baratas, saudáveis e naturais de adoçar os docinhos de sua filha.

Saídas saudáveis e deliciosas são possíveis, se usarmos um pouco da nossa inteligência.
Para estes esclarecimentos que promovo o curso “Excelência da Dieta Nutritiva” (saiba onde e quando em www.cienciameditativa.com). Entre as diversas e importantes bibliografias e pesquisas que dão suporte à apresentação, destaca-se o trabalho da autora Sonia Hirsch, que no seu livro “Sem Açúcar, Com Afeto” apresenta a relação deste com a TPM, corrimento vaginal e variações de humor feminino, além do excelente trabalho “A Dieta do Dr. Barcellos” sobre a cura de alergias e câncer, através da alimentação, promovida por este médico carioca.

Açúcar Malefício
Para saber mais, sobre estes trabalhos, e outros importantes apresentados no curso apostilado, entre em contato conosco, ou até mesmo, ajude a promover o curso, para que muitos possam ser beneficiados.
Por Vitor Caruso Jr. em Julho de 2015

2 respostas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *