PSICÓLOGO RENOMADO.

Mais de 20 anos de experiência. Profissional com formação internacional. A primeira consulta sem custo. Você merece a melhor ajuda. Comece a resolver agora!

 

O Que Faz Um Grande Professor

Este texto resume minha opinião pessoal, e como tal, com certeza não deve ser a opinião da maioria das pessoas, mas é baseado baseado na experiência que vivi, e nos fatos como foram percebidos por mim.
Fui ordenado pelo mestre zen Thich Nhat Hanh, e sua disponibilidade para as milhares de pessoas que apareciam em seus retiros, era algo bonito de se ver. Octogenário, tinha sempre um assistente escalado para lhe ajudar nos afazeres. Em conversa com os assistentes, muitos me relataram que quando chegavam ao seu aposento, 4h da manhã, ele já se encontrava com duas xícaras de chá à mão, uma delas era para que o assistente pudesse contemplar junto com ele o momento saboroso do chá matinal. Todos falavam com emoção de sua disponibilidade, e interesse em saber como seu aluno estava desempenhando sua vida e suas atividades.
Acompanhei de maneira bem próxima a vida do Professor Hermógenes, um dos precursores do yoga no Brasi, por quase 10 anos, rotinas de entrevistas para sua biografia, períodos de férias juntos, jantares, hotéis e palestras. Muita convivência, e amizade. Mas uma das características mais fortes dele, foi ressaltada pela pessoa que nos ajuda na administração da casa de minha família, a Marli, que comentou: nunca conheci alguém tão disponível.
Estou agora, aqui na Índia, mergulhado no estudo e na vivência do Ashtanga Vinyasa Yoga, e ontem me vi emocionado na nossa celebração natalina.
Lino Miele, meu professor, junto com sua família, servia a refeição de cada um das dezenas, e dezenas de alunos, dos cinco continentes, que aqui estavam para estudar com ele.
Mas não escrevo aqui por causa deste fato isolado.
Este fato simbolizou o exemplo de vida que tenho assistido.
Ele sabe o nome de todos os alunos, se alguém passa mal, vai até o quarto saber como está e o que comeu, brinca e estimula a todos. Senta pela tarde, na recepção do hotel para ler, e troca sua leitura para contar piadas e histórias. Sempre pergunta o que comemos, e tem uma indicação de um prato ou restaurante para experimentarmos.
Como professor, fala com todos sobre sua evolução, faz questão de ele mesmo ajustar todas as retroflexões de cada um, e é comum sentir ele se aproximando para perceber seu ritmo respiratório. Se você cometer um engano, mesmo que ele esteja do outro lado da sala, você vai escutar seu nome, no meu caso: Vitor, che cosa ha fatto?
Tenho tido a possibilidade de passar algumas horas de conversas deliciosas sobre o convívio dele com Pattabhi Jois, 20 anos de aprendixado com a pessoa que estruturou o Ashtanga Yoga, sobre sua vida, seus interesses, mas também conversas sobre a máfia italiana, a ator Giuliano Gemma, a cantora Laura Pausini e sobre vífeos engraçados do YouTube.
Tudo isto me faz pensar sobre o que faz um grande professor.
E posso garantir, muito mais do que conhecimento e fama, certificados e títulos, estes exemplos que citei, trazem luz à minha vida, por sua humildade e disponibilidade.
Ao ler a biografia de São Francisco, escrita por Donald Spoto, ele destaca que a importância e grande marca de Francisco para a humanidade é resumida na sua humilde prece: Deus, como posso servir?
Com humildade e servindo, estes professores transformam pessoas e fazem da vida algo mais do que extraordinário.
Em Dezembro de 2014, por Vitor Caruso Jr.

Quer receber novos textos?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.